Procura

Contactos

 Os nossos e-mails:
 cidadaniaecasamento@gmail.com

 Para organização de debates:
debate@casamentomesmosexo.org

 Para envio de documentos:
documentos@casamentomesmosexo.org

 Contacto de imprensa:
imprensa@casamentomesmosexo.org


 A nossa morada:
 Apartado 50.003, 1701-001 Lisboa
 PORTUGAL

 

Ajude-nos

 Transferência bancária:

 NIB 0010 0000 4379 5060 0013 0

 

Portugal já celebrou 172 casamentos entre pessoas do mesmo sexo. Rádio TSF. PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Quarta, 01 Dezembro 2010 23:25
Nos primeiros seis meses de vigência da lei do casamento entre pessoas do mesmo sexo foram celebradas 172 uniões, a maioria entre homens.

Depois de aprovado o casamento entre pessoas do mesmo sexo, em Maio deste ano, já foram celebrados em Portugal 172 uniões, sendo que destas cerca de 70 por cento foram entre homens.

A TSF falou com António Serzedelo, da Opus Gay, que explicou este número referindo que no caso das mulheres ainda são alvo de grande preconceito e têm, por isso, mais dificuldade em assumir o compromisso.

«A visibilidade homossexual apresenta muito mais os homens gays do que as mulheres, que são vítimas da discriminação institucional. Elas ainda têm pouca visibilidade» justificou.

António Serzedelo denunciou ainda atitudes homofóbicas afirmando que há conservatórias e consuldaods que evita, celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo, criando dificuldades, por exemplo na documentação que exigem.

O presidente da Opus Gay reconheceu que o Instituto dos Registos e Notariado já clarificou o articulado da lei, mas o preconceito ainda é muito forte.

«O Governo legislou correctamente e informou os consulados, mas alguns ou por distracção, desinteresse ou preconceito não a assimilaram correctamente», considerou António Serzedelo, acrescentando «que isso não facilita a vida das pessoas».

De acordo com dados do Ministério da Justiça, relativos ao final do mês de Outubro, foram celebrados 172 casamentos homossexuais e estão já agendados mais 52. Foram ainda reconhecidos 14 casamentos celebrados no estrangeiro.

 

Ouvir notícia no contexto original

Actualizado em Quarta, 01 Dezembro 2010 23:36