Procura

Contactos

 Os nossos e-mails:
 cidadaniaecasamento@gmail.com

 Para organização de debates:
debate@casamentomesmosexo.org

 Para envio de documentos:
documentos@casamentomesmosexo.org

 Contacto de imprensa:
imprensa@casamentomesmosexo.org


 A nossa morada:
 Apartado 50.003, 1701-001 Lisboa
 PORTUGAL

 

Ajude-nos

 Transferência bancária:

 NIB 0010 0000 4379 5060 0013 0

 

O mundo secularizado vive na incerteza de qual seja o fundamento do matrimónio. Bento XVI. Versão para impressão Enviar por E-mail
Sexta, 25 Setembro 2009 09:00

Enquanto a Igreja compara a família humana com a vida da Santíssima Trindade ?? primeira unidade de vida na pluralidade das pessoas ?? e não se cansa de ensinar que a família tem o seu fundamento no matrimónio e no plano de Deus, a consciência difusa no mundo secularizado vive na incerteza mais profunda a tal respeito, especialmente desde que as sociedades ocidentais legalizaram o divórcio.

O único fundamento reconhecido parece ser o sentimento ou a subjectividade individual que se exprime na vontade de conviver.

Nesta situação, diminui o número de matrimónios, porque ninguém compromete a vida sobre uma premissa tão frágil e inconstante, crescem as uniões de fato e aumentam os divórcios.

Sobre esta fragilidade, consuma-se o drama de tantas crianças privadas de apoio dos pais, vítimas do mal-estar e do abandono e expande-se a desordem social.

Bento XVI aos bispos brasileiros - 25 de Setembro de 2009