Casamento Homossexual: Socialista critica actuação de Cavaco. Rádio Renascença. Versão para impressão
Escrito por Administrator   
Segunda, 31 Maio 2010 14:22
Vítor Ramalho diz que o Presidente da República agiu "por razões de mero tacticismo aritmético e sem qualquer convicção".
 

O presidente do PS/Setúbal concorda com as críticas feitas pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, a Cavaco Silva, por causa da promulgação do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Vítor Ramalho, que falava à chegada à reunião da comissão nacional do PS que formalizou o apoio à candidatura presidencial de Manuel Alegre.

??Eu compreendo a Igreja quando refere, e bem, que Cavaco Silva, por razões de mero tacticismo aritmético e sem qualquer convicção, que é a dele, aprova o casamento gay contra as suas próprias convicções, por razões meramente aritméticas?, afirmou o presidente da Distrital socialista de Setúbal.

Opinião diferente tem Alberto João Jardim. O presidente do governo regional da Madeira   criticou hoje a veemência com que o Cardeal Patriarca de Lisboa censurou o Presidente da República.

 

Ouvir notícia no contexto original