Justiça atribui poderes paternais de uma criança de 2 anos a casal homossexual. SIC Versão para impressão
Escrito por Administrator   
Quarta, 10 Outubro 2012 23:19

 

A justiça atribuiu os poderes paternais de um menino de 2 anos a um casal homossexual. ? uma decisão inédita que aconteceu já depois do cabeleireiro Eduardo Beauté e do companheiro terem casado. Tanto o Ministério Público como o juiz entenderam que o casal é uma solução melhor do que a família biológica. Não é uma adoção mas, na prática, são eles os pais da criança. Este é o tema de uma Reportagem Especial, apresentada esta quarta-feira (2012-10-10), no Jornal da Noite.

Ver notícia no contexto original