Igreja defende que só casais heterossexuais têm estrutura antropológica para adotar. SIC Notícias. Versão para impressão
Escrito por Administrator   
Sexta, 17 Maio 2013 23:19

 

 



O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa defende que apenas um casal, constituído por uma mulher e um homem, tem "a estrutura antropológica para educar harmoniosamente uma criança". ? o comentário do padre à aprovação no parlamento da proposta do PS para a co-adoção por casais do mesmo sexo. Manuel Morujão sublinha que a adoção de uma criança não é um direito de qualquer pessoa adulta. Acrescentou que as crianças precisam das dimensões masculina e feminina garantidos pelo pai e mãe biológicos ou pela a família que os substitui. O arcebispo de Braga também reagiu à decisão. Jorge Ortiga entende que a questão não é uma prioridade do país e que a Assembleia da República devia discernir os verdadeiros problemas da sociedade portuguesa.

 

 

Ver notícia no contexto original